terça-feira, 20 de abril de 2010

Silêncio X Silêncio



Silêncio...
(passível de interpretações)
diz mil coisas ao coração

O que ama
(esse que aguarda)
mesmo sem compreender,
respeita!
E dá-se um tempo...
E aguarda...
E espera
(espera angustiante)
e como ama
e como respeita,
apenas aguarda!

O silêncio
de quem aguarda passivo
(ao menos aparentemente)
que o silêncio do outro acabe,
talvez seja um grito
de quem ama
mas respeita
e aguarda!

E escondo em mim
(e de ti)
a flor que carrego
nas entrelinhas de meus versos
para te dar
quando todo esse silêncio acabar

Ele há de acabar!!!

5 comentários:

Pensamentos da Mila disse...

"Existem momentos que calar é o melhor que se tem a dizer"
Linda Poesia...
Bjs
Mila

sandra disse...

Adorei sandra pimentel

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ®/Heleno Vieira de Oliveira disse...

EStou encantado com teu cantinho e vou seguir voce e deixo um carinho para voce , beijos !!!!

Reflexo

Tudo que você precisa de mim
Em você eu encontrei
Tudo que disse de mim
Em teu ser vive e ilumina
Nunca perguntou porque te amo
Amo porque você é tudo que mais
Preciso
E tudo que tu procuras
E em mim vê um pouco de ti
O sorriso que me fascina
Quem vive em ti sou eu
E hoje sei que só sou completo
Contigo de reflexo
Por isso te amo tanto
E de tanto amar você
O mundo de felicidade
É repleto

Ulisses Reis®
23/04/2010

J. Sollo disse...

Vim devolver a visita poetisa, olha o que trouxe pra ti: "Queria que meu mundo fosse como um espelho, em que pudesse amar sem medo, onde o silêncio ou o discurso não fosse importante, porque nossos olhos é que falariam das nossas emoções". te espero no espaço do poeta, meu carinho pra você.

ventosnaprimavera disse...

Linda poesia repleta de silêncio.Parabéns