sábado, 3 de abril de 2010



Um coração partido pode ainda se quebrar?
ele em mil pedaços, quase no ponto
de virar pó e poder voar,
se espalhar com o vento
aos quatro cantos do tempo
levando pro espaço
o passado, o presente, o futuro
e, pra sempre,
esse eterno sonhar!

Pó,
cinzas do amor,
(Em quê pode ainda se transformar?)
jogado nesse (antigo) mar de amar
quem sabe, com o tempo
tudo não volte ao seu devido lugar!!!

Mas, amar?
Esse pó não há
de, novamente, se transformar!!!

2 comentários:

Frases e Imagens disse...

Adorei sua poesia! Linda mesmo!
Estou divulgando meu Blog.
Visita lá.
Bjs
Mila

Pablo Gustavo disse...

Vc é fera... Escreve com a alma! Bom demais conhecer teus textos! bjs