quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Uma pena... uma dor!




Uma tela
Uma mesa
Uma dor

Uma pena
Um tinteiro
Um escritor

Uma música
Uma poesia
Um apelo

Um ano novo,
um novo mesmo amor
mais um ciclo a ser vivido
dentro d'um sonho antigo

2 comentários:

Fábio da Silva disse...

Excelente construção poética, moça Jal.

Kelma de disse...

Olá Cunhadinha Lindaaa....Olha eu aqui!!!Parabéns para você tb. pela constante luta e busca do melhor para sua família. E ainda encontra tempo para traduzir em versos coisas que muitas vezes passam pela vida e nem nos damos conta. Continue assim. Sua alegria contagia....Tô com saudade!!!Continua com Deus!!!